Vinhos do Dão em destaque em importante concurso internacional

0

Um vinho do Dão levou para casa o galardão máximo, outros dois foram distinguidos com medalhas de ouro. Ao todo, 16 rótulos portugueses constam nas listas do Concurso Internacional de Vinhos Bacchus.

Os resultados da XVII edição do Concurso Internacional de Vinhos Bacchus, reconhecido por várias entidades internacionais (incluindo a Organização Internacional da Vinha e do Vinho), foram anunciados na quarta-feira, dia 13, e ainda estão fresquinhos. O concurso que distribui três medalhas — a “Grand Bacchus de Oro”, a “Bacchus de Oro” e “Bacchus de Plata” — premiou, ao todo, 16 vinhos portugueses que, agora, figuram nas honrosas listas.

Dos 16 vinhos listados apenas um recebeu a grande medalha de outro, três foram premiados com a medalha de ouro e outros 12 com a de prata. Em grande destaque está a região do Dão: o Casa de Santar Reserva branco, colheita de 2016, venceu na primeira categoria e custa sensivelmente 10 euros. Já na segunda categoria estão outros dois rótulos desta região: Cabriz Reserva 2018 e o Quinta do Cerrado Reserva 2016 tinto, além do Alvarinho Deu-La-Deu Reserva 2016 dos Vinhos Verdes.

Fonte: Observador

Os restantes premiados são:

  • Marquês de Marialva Colheita Selecionada 2018, da Bairrada;
  • Marquês de Marialva – Rerserva dos Sócios, da Bairrada;
  • Espumante Raríssimo, da Bairrada;
  • Maria João Reserva 2012, do Dão;
  • Maria João Tinto Private Collection 2010, do Dão;
  • Camolas Mocastel de Setúbal 2016;
  • Pluma rosé 2018;
  • Portas da Luz 2018 tinto;
  • CSL Merlot 2016;
  • Tesouro da Sé, Private Collection 2015;
  • Alvarinho Deu-La-Deu 2017, dos Vinhos Verdes;
  • Casa de Canhotos 2018, dos Vinhos Verdes.

Ao longo de quatro dias de provas cegas em Madrid, entre 8 e 11 de março, foram avaliados 1.500 vinhos de todo o mundo por um painel de mais de 100 especialistas — dos jornalistas da área a produtores e Master of Wine e importantes sommeliers.

Em 2019, e pela primeira vez na história do concurso que faz de Madrid a capital do vinho durante quatro dias, o Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira foi representado no júri do concurso através da participação de um dos seus técnicos. Segundo o jornal El Español o critério número um de seleção foi a procura por vinhos equilibrados.

A lista completa de vencedores naquele que é considerado o “principal evento mundial de vinhos em Espanha, pode ser consultada aqui.

Ler Artigo Original

Partilhar

Sobre o autor

Comentários fechados.

Powered by themekiller.com