Uma recriação com sucesso, em torno de D. Lopo da Cunha, que fica para a história da Vila de Santar

0

Decorreu mais uma edição da Recriação Histórica de Santar, este ano “A Mítica Figura de D. Lopo da Cunha” foi o tema central de um fim de semana pleno de história e estórias em torno de um dos mais conhecidos santarenses.

Este evento organizado pela “Associação Cultural e Informativa os Amigos de Santar” contou com o apoio do Município de Nelas e da União das Freguesias de Santar e Moreira.

Iniciou-se com uma visita guiada denominada “Viagem ao Tempo de D. Lopo” emque cerca de uma centena de pessoas percorreram locais emblemáticos e históricos da Vila de Santar, nomeadamente o Paço dos Cunhas (residência de D. Lopo) , a Igreja da Misericórdia (fundada por D. Lopo), a estrada romana, a Igreja Matriz (fundações medievais), a Fonte da Torre (no Largo onde existiu uma Torre Medieval) e a Casa Fidalgas com os seus belos jardins, tudo isto locais que D. Lopo certamente conhecia e percorreu também.

No Largo do Paço a representação esteve a cargo do Teatro Hábitos, num espetáculo repartido pelos dois dias que maravilhou os presentes com o seu dinamismo performativo, apoiado pelo Grupo de Bombos do Paço e pela Associação Coral Canto e Encanto. As associações culturais do Municipio de Nelas que dignificaram, assim o papel das associações locais em prol da comunidade e da sua cultura comum.

Uma conferência histórica proferida pelo historiador Dr. João Fonseca, teve como mote “Lopo da Cunha, o Homem e o seu tempo” e serviu para desmitificar esta figura histórica através da apresentação de argumentos científicos e documentais, que na sala do lagar da “Casa do Paço” antiga residência do próprio D. Lopo da Cunha, cativou dezenas de pessoas.

Não faltaram motivos de interesse para cativar centenas de pessoas a visitar a “mui nobre” Vila de Santar e provar os seus vinhos, em particular dos 4 produtores que apoiaram o evento, Fidalgas de Santar, João Fazenda, Paço dos Cunhas de Santar e Quinta do Sobral.

A Vila de Santar afirma-se mais uma vez com um potencial histórico, cultural e patrimonial que é comprovado a cada passo que percorremos.

Ler Artigo Original

Partilhar

Sobre o autor

Comentários fechados.

Powered by themekiller.com