São Vicente da Beira: Festival preserva património cultural da freguesia

0

S. Vicente da Beira rendeu-se ao festival “Água Mole em Pedra Dura”, durante os dois dias do festival a cultura esteve sempre presente nas mais variadas áreas. O Festival decorreu no fim de semana de 23 e 24 de junho, em S. Vicente da Beira.

Dando corpo à estratégia da Câmara Municipal de Castelo Branco de valorização da nova identidade, sob o mote “Natureza, Sabor e Cultura”, S. Vicente da Beira apresentou um programa conduzido pelos três temas anteriores.

Desde a “Natureza” refletida no Passeio Pedestre, ao “Sabor” presente nas áreas de valorização da nossa gastronomia, até à “Cultura” que constituiu ex-libris deste festival, com um programa que agradou a miúdos e graúdos.

O centro da vila foi palco das mais variadas performances. Por lá passaram contadores de histórias, estátuas vivas, mimos e vários estilos musicais.

Acreditamos que o festival valoriza todo o património histórico, cultural e paisagístico desta freguesia” afirmou na inauguração do Festival Luís Correia.

Assumindo a aposta nas freguesias, Luís Correia assume a mudança como reforço dessa aposta “introduzimos uma mudança no que tem sido a dinâmica das nossas freguesias. Ousámos mudar, e os resultados obtidos mostram que este festival veio para ficar” conclui o autarca Albicastrense.

Integrado no Festival decorreu a iniciativa “Os encontros da Imagem” que juntou a fotografia e a ilustração, e levou até S. Vicente da Beira mais de três dezenas de fotógrafos e desenhadores, vindos dos mais variados pontos do país. Durante os dois dias estes “artistas” percorreram as ruas e campos da freguesia, eternizando através da fotografia ou desenho a beleza singular da região.

Ler Artigo Original

Partilhar

Sobre o autor

Comentários fechados.

Powered by themekiller.com