Salva a Terra 2019 vai criar o paraíso da sustentabilidade e da criatividade

0

O ecofestival Salva a Terra, já considerado o mais ecológico dos festivais portugueses, regressa de 27 a 30 de junho a Salvaterra do Extremo, em pleno Parque Natural do Tejo Internacional, concelho de Idanha-a-Nova.

Enquanto espécie raríssima de festival, em si um ecossistema criativo de diversidade, o bienal Salva a Terra surge ainda mais arrojado, solidário e sustentável, com um programa que reforça a sua essência: a preservação da biodiversidade.

Com a aquisição da Pulseira do Salva a Terra, apenas 1 Euro por pessoa (com possibilidade de donativo), terá acesso a concertos, cinema, teatro, passeios pedestres, educação ambiental, conferências, bailes, animação de rua, entre outras atividades, com direito a dormida em regime de campismo dotado de casas de banho e duches.

Circunstâncias extraordinárias chegaram a ameaçar a sobrevivência do próprio ecofestival, mas a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova decidiu assegurar a preservação do Salva a Terra, em coorganização com a União das Freguesias de Monfortinho e Salvaterra do Extremo e a Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza.

O Salva a Terra 2019 será assim extraordinário de diferentes formas, mas mantém a sua função, a energia e a identidade intactas. Continuará a ser uma causa que gera sinergias, por isso, todos os lucros revertem para os Centros de Estudo e Recuperação de Animais Selvagens da Quercus, designadamente as receitas da Pulseira Salva a Terra (1 Euro) e do Kit Salva a Terra 2019 (saco + pulseira + púcaro + programa) no valor de 5 Euros / Donativo.

Palco Terra, Palco do Pelourinho, Palco Lusco-Fusco e Palco Igreja são espaços com que os festivaleiros ficarão familiarizados, mas também haverá percursos, conferências e oficinas, em espaços tão singulares como o Quintal do Caniche Fufu, que promete tornar-se um paraíso que nunca vai querer abandonar.

O cartaz musical do Salva a Terra 2019 já está aí e traz uma imperdível partilha de culturas e sonoridades. Presença de destaque para o Brasil (Tyaro) e a Geórgia (Gacha Bakradze), mais precisamente Tbilisi, cidade parceira de Idanha-a-Nova no Club de Estrasburgo.

Para o dia 27 estão confirmados concertos de Tiago Pereira & Sílvio Rosado e dos Milo ke Mandarini.

O dia 28 conta com Kabeção, Palankalama, Trio Madrigali, Bairro do Samba, Espírito Nativo, Tyaro e Gacha + Kabeção (Special Guest).

No dia 29, o Salva a Terra apresenta concertos de Vasco Ramalho, Mano a Mano, Cardo Roxo, Ana Pinhal, Olokum + Projeto Sementinha, Terra Livre e DJ Tupimambo.

Ler Artigo Original
Fonte: Gazeta Rural

Partilhar

Sobre o autor

Comentários fechados.

Powered by themekiller.com