Restaurante Mesa de Lemos celebra 5 anos de existência

0

No próximo dia 12 de abril, o Mesa de Lemos, restaurante inserido na propriedade Quinta de Lemos, em Viseu, celebra 5 anos de existência. São 5 anos liderados de raíz pelo chef Diogo Rocha, o viseense convidado pelo também viseense Celso de Lemos para assumir o leme de um espaço que até então não existia na região.

Ao contrário do Douro ou do Porto, o Dão não gozava ainda da visibilidade que merecia – e 2013 foi o ano em que isso mudou. Da construção do Edifício de Lemos pela mão do arquitecto Carvalho Araújo, que lhe valeu a distinção da Archdaily como um dos 5 edifícios mais belos do ano, à definição da identidade do restaurante como palco do melhor que se faz do Dão – com os vinhos Quinta de Lemos à mesa, os melhores produtos regionais e nacionais ou o azeite biológico que ali se faz e só ali se serve -, com todo o saber e criatividade que o chef Diogo Rocha ali implementou, o Mesa de Lemos implantou-se como um pólo de excelência incontestado na região.

O Mesa de Lemos nasceu, cresceu, convidou chefs reconhecidos de Norte a Sul do país – por ali passaram Vincent Farges, Ricardo Costa (The Yeatman, 2* Michelin), João Rodrigues (Feitoria, 1 * Michelin), entre muitos outros -, internacionalizou-se nos seus ciclos de “Chefs a Lemos” com o Chef Josean Alija (Nerua, 1*Michelin), e captou a atenção da imprensa estrangeira. Sem nunca perder de vista o público local nem a sua missão de integração regional, o Mesa de Lemos fixou-se como um lugar de excepção, pautado pela qualidade e pela exigência, de Viseu para o mundo.

“Não me canso de dizer que o convite que Celso de Lemos me estendeu em 2013, no início de tudo, me fez crescer muitíssimo enquanto pessoa e enquanto chef. Agradeço-lhe ter-me dado a oportunidade de contribuir para a divulgação do que melhor se faz no Dão e em Portugal, e de poder ser também um promotor da região através do Mesa de Lemos”, afirma Diogo Rocha.

Nesse mesmo movimento do Dão para o mundo, o Mesa de Lemos quer assinalar os seus 5 anos de forma diferente. Em vez de celebrar dentro de portas, fá-lo-á fora, e irá, ao longo do mês de abril levar a equipa do restaurante a jantar em cinco espaços gastronómicos de referência, promovendo os valores defendidos por Celso de Lemos – Humanidade, Simplicidade, Visão e Partilha. Será, também, uma forma de consolidar a “família Mesa de Lemos” e o espírito de equipa tão cultivados neste projecto.

Ao longo do mês de abril, a equipa que está no restaurante o ano inteiro trocará de lugar com o comensal, e sentar-se-á à mesa de espaços gastronómicos de garantida qualidade, dos mais clássicos aos mais modernos. Numa viagem gastronómica pelo país, o Mesa de Lemos irá jantar ao The Yeatman, no Porto, do chef Ricardo Costa (2* Michelin); ao G Pousada, em Bragança, do chef Óscar Gonçalves (1* Michelin); ao Vallécula, em Guarda; ao Fialho, no Alentejo; e ao Porto de Santa Maria, em Lisboa.

Além desta acção de coesão e espírito de equipa, o Mesa de Lemos será ainda enriquecido com peças de cerâmica únicas que retratam a gastronomia, o trabalho da terra e a lavoura, da autoria de um artista viseense, Sérgio Amaral – os “matarrachos”, objectos que recorrem a uma técnica de cerâmica singular (o Rakú, originário do Japão).

O desafio foi-lhe lançado pelo Chef Diogo Rocha para que o ceramista se inspirasse também no Mesa de Lemos, local onde as suas peças estarão a partir de 12 de Abril, exato dia de abertura há 5 anos, e a partir dessa data, conquistarão um lugar de destaque no “Mesa”. Artista e investigador autodidacta, Sérgio Amaral dedica-se ao artesanato, ao desenho, à pintura, à escultura e à cerâmica há mais de 40 anos. As suas peças estarão expostas no Mesa de Lemos a partir de 12 de abril, dando ainda mais autenticidade e exclusividade a este espaço privilegiado do Dão.

Reservas:

Mesa de Lemos

Passos de Silgueiros, 3500-541 Silgueiros, Viseu


GPS lat. 40.577564 | long. -7.982557

Horário: quarta e quinta das 20h às 24h, sexta e sábado das 12h às 15h e das 20h às 24h, e domingos das 12h às 15h.

Telefone: 961 158 503

Ler Artigo Original
Fonte: Gazeta Rural

Partilhar

Sobre o autor

Comentários fechados.

Powered by themekiller.com