Real Companhia Velha tem novidades com carácter (da Quinta das) ‘Carvalhas’

0
OLYMPUS DIGITAL CAMERA

São quatro as últimas novidades vínicas da Real Companhia Velha. Em comum têm a proveniência das uvas, oriundas da afamada Quinta das Carvalhas, que lhes imprime a identidade típica do Douro. Sob a marca com o nome homónimo, são eles o ‘Carvalhas branco 2016’; os monocastas tintos ‘Carvalhas Tinta Francisca 2014’ e ‘Carvalhas Touriga Nacional 2015’; e o ‘Carvalhas Vinhas Velhas tinto 2015’.

Carvalhas branco 2016 . DOC Douro . PVP: €28,00

O ‘Carvalhas branco 2016’ (€28,00) resulta do blend de duas castas autóctones do Douro: Viosinho e Gouveio, plantadas em altitude, a 400 metros. Com uma jovem e brilhante cor citrina, tem intensos aromas de flor de laranjeira e alperce com nuances minerais e vegetais típicas que combinam com uma madeira saliente, demostrando o início de um processo harmonioso de integração. A excelente estrutura com imensa complexidade de sabores frutados dão a entender a expressão que irá ganhar com a evolução em garrafa. O parceiro ideal para pratos de bacalhau, marisco e queijos fortes.

Na adega, ambas as variedades de uva foram submetidas à prensa pneumática. Seguiu-se a fermentação em cubas de inox com controlo de temperatura e, por fim, o estágio de oito meses em barricas novas de carvalho francês sobre borras finas.

Carvalhas Tinta Francisca tinto 2014 . DOC Douro . PVP: €38,00

O ‘Carvalhas Tinta Francisca’, agora na edição de 2014, é um vinho muito original – a revelar um novo Douro –, de aroma intenso e fresco onde se salientam as notas de frutos do bosque e ligeiras impressões vegetais, criando uma notável complexidade. Intenso de sabores, com muita presença. Mostra-se, ao mesmo tempo, extremamente elegante e termina com um final longo, fresco e muito macio. Recomendam-se os assados e pratos ricos de carne, mas também massas e carne branca na harmonização.

A fermentação para este ‘Carvalhas Tinta Francisca tinto 2014’ decorreu em pequenas cubas de inox com muito pouca extracção, mantendo sempre a baixa temperatura. O estágio decorreu em barricas usadas de carvalho francês durante 12 meses.

Carvalhas Touriga Nacional 2015 . DOC Douro . PVP: €38,00

A Real Companhia Velha apresenta-nos um grande Touriga Nacional. Frescura, jovialidade e nobreza estão neste intenso boquet de aromas finos com notas cítricas de bergamota, frutos vermelhos e complexas nuances de violeta. Com a potência de um grande Douro, este lote especial feito a partir desta nobre casta tinta apresenta uma estrutura muito elegante e concentrada, com um tanino redondo mas muito presente, repleto de sabores frutados. Termina com uma acidez viva e persistente que lhe confere toda a tipicidade da casta e da região. À mesa, acompanha preferencialmente assados e pratos ricos de carne e caça.

Para a produção deste ‘Carvalhas Touriga Nacional tinto 2015’ foi escolhida uma fermentação em pequenas cubas de inox com muito pouca extracção, mantendo a baixa temperatura. O estágio decorreu em barricas usadas de carvalho francês por um período de 12 meses.

Carvalhas Vinhas Velhas tinto 2015 . DOC Douro . PVP: €50,00

O ‘Carvalhas Vinhas Velhas tinto’ é o ex-líbris da Real Companhia Velha. Um clássico e poderoso tinto duriense, que expressa o terroir da Quinta das Carvalhas e a personalidade das suas Vinhas Centenárias. A colheita de 2015 revela uma exuberância aromática, onde se destacam notas de frutos vermelhos e pretos, aliados a nuances herbáceas e especiadas, revelando uma harmoniosa integração com a madeira de carvalho através de subtis notas de baunilha. É potente e, ao mesmo tempo, elegante. Os taninos firmes e muito redondos apresentam sabores realçados por uma equilibrada acidez que dá azo a um final de boca longo e persistente. Os pratos de caça, nomeadamente faisão ou javali “casam” na perfeição com este vinho.

Na adega, as uvas são submetidas ao ancestral processo de pisa a pé nos tradicionais lagares de granito, os quais, devido ao seu formato, permitem um perfeito contacto entre o mosto e as películas. O vinho estagia em barricas de carvalho francês (50% das quais são novas) durante 18 meses e sob controlo de temperatura.

Ler Artigo Original

Partilhar

Sobre o autor

Comentários fechados.

Powered by themekiller.com