Prémios ICNF 2017 financiam três projetos de conservação num total até 150 mil euros

0

Os Prémios ICNF 2017 vão financiar três projetos, até 50 mil euros cada, um deles a recuperação de espécies de zonas húmidas temporárias e outro a promoção da biodiversidade na serra do Alvão.

Uma das propostas a financiar, entre as 84 candidaturas recebidas, é a Recuperação de Valores Naturais — Habitats e Espécies de Zonas Húmidas Temporárias, apresentada pela Universidade de Évora, refere uma informação do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

Outra proposta aceite foi a gestão integrada e promoção da biodiversidade de uma área de montanha na serra do Alvão, dos Baldios Freguesia de Alvadia e a outra foi “O caminho da suavidade”, da Montis – Associação de Conservação da Natureza.

A iniciativa do ICNF, em parceria com o Fundo Ambiental, pretende apoiar projetos que contribuam para a conservação de valores e recursos naturais, a promoção ou manutenção da biodiversidade, assim como o restauro de habitats ou a valorização do território, com base nos sistemas e espécies autóctones.

Destina-se a iniciativas a desenvolver nas áreas protegidas ou nas zonas integradas na Rede Natura 2000 de Portugal continental.

A partir das 84 candidaturas recebidas, foram selecionados os três projetos vencedores que serão objeto de financiamento, até ao montante máximo de 50 mil euros cada, segundo informação disponibilizada no site do ICNF.

Além daqueles três projetos, quatro candidaturas foram escolhidas para receber uma menção honrosa, abrangendo várias regiões do país.

A proposta “Redux – Redução das capturas acidentais em aves marinhas nas ZPE [Zonas de Proteção Especial] Aveiro-Nazaré e Ria de Aveiro”, da Sociedade Portuguesa de Vida Selvagem, foi uma delas, e a “Francelho de Mértola”, da Câmara Municipal de Mértola, outra.

As restantes menções honrosas foram para a “Intervenção em Tanque Barão de Beck”, da Empresa Municipal de Ambiente de Cascais, e a “Implementação de um Sistema de Monitorização de Visitantes e de Comunicação, nas Paisagens Protegidas Locais da Rocha da Pena e da Fonte”, apresentada pelo município de Loulé.

Os Prémios ICNF 2017 – Uma Ideia Natural foram entregues pela secretária de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, Célia Ramos, hoje à tarde, em Lisboa.

Fonte: Sapo.pt

Ler Artigo Original

Partilhar

Sobre o autor

Escrever Comentário

Powered by themekiller.com