Museu do Vinho da Bairrada celebra 15 anos com exposição de artistas plásticos portugueses

0

Uma exposição temporária de trabalhos dos “principais artistas plásticos portugueses” contemporâneos foi a maneira encontrada pelo Museu do Vinho da Bairrada (MVB) para assinalar década e meia de atividade deste espaço museológico do concelho de Anadia.

Denominada “15 anos com arte”, a exposição estará patente ao público até 30 de abril de 2019, reunindo obras de mestres como Júlio Pomar, Manuel Cargaleiro, Vieira da Silva (e Árpád Szenes), João Cutileiro, Nadir Afonso, Cândido Teles, Mário Silva, Pedro Olayo (filho) e Zé Penicheiro, entre outros.

“Nesta exposição, estão representados 54 artistas cuja obra passou pelo museu, e que junta pintura, escultura, fotografia, vídeo e instalações artísticas, para relembrar as mostras temporárias que, desde 2003, preencheram o programa expositivo deste espaço”, explica o diretor do Museu, Pedro Dias.

O responsável do MVB, que está ligado ao projeto desde o arranque, em 2003, destaca ainda na exposição a presença de objetos de palco, adereços e vestidos usados pela fadista Amália.

“É uma honra disponibilizar ao público o precioso espólio da diva Amália Rodrigues, que vem enriquecer ainda mais uma exposição que apresenta até duas obras inéditas de Júlio Pomar e Manuel Cargaleiro”, refere Pedro Dias.

Patentes estão ainda peças raras, nomeadamente vasos gregos para vinho, datados dos séculos VI e V a.C., sendo também apresentados diversos objetos que se conservam nas reservas do museu e que até aqui nunca tinham sido expostos.

“O Museu do Vinho Bairrada é, assumidamente, um espaço de conservação e de fruição do património, bem como um polo de dinamização cultural, social, artística, educativa e empresarial”, refere a presidente da Câmara Municipal de Anadia, Teresa Costa.

A autarca acrescenta ainda que “o Museu é também um dos elos de ligação do município à região, ao país e ao mundo, já que através da sua atividade é possível construir e manter pontes com uma multiplicidade de entidades, dos mais variados domínios, daí resultando uma ativa e profícua colaboração”.

Inaugurado a 27 de setembro de 2003, sob a tutela da Câmara Municipal de Anadia, o Museu do Vinho Bairrada está instalado num edifício construído de raiz para o efeito, recebendo por mês mais de dois mil visitantes.

O museu oferece uma exposição permanente designada Percursos do Vinho, patente no piso zero do museu e exposta ao longo de seis salas temáticas, com peças de valor arqueológico, etnográfico e técnico, reunidas com a colaboração de diversos vitivinicultores, entidades locais e nacionais.

Contempla ainda uma programação de exposições temporárias, com atividades pedagógicas, animação do livro, debates sobre temáticas ligadas ao vinho, vinha, mundo rural, arte rural e documentalismo.

Pedro Dias destaca sobretudo no acervo do museu a maior coleção de tamboladeiras do mundo (taça de metal, em forma de concha, usada tradicionalmente pelos escanções na prova do vinho) e uma das 50 maiores coleções do mundo de saca-rolhas, que pertencia originalmente a Adolfo Roque, fundador da Revigrés.

O MVB tem ainda uma enoteca, uma loja de vinhos, um auditório para 80 pessoas, com equipamento multimédia, uma mediateca, uma biblioteca e zona de restauração com jardim.

Fonte: Sapo.pt

Ler Artigo Original

Partilhar

Sobre o autor

Comentários fechados.

Powered by themekiller.com