Município de Sátão combate vespa das galhas do castanheiro

0

Dando continuidade à preocupação que o Município de Sátão tem com o problema da Vespa das Galhas do Castanheiro, depois de realizada a prospeção dos soutos em 2017, pelos técnicos do município de Sátão e a Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro (DRAPC), que detetou vários focos da vespa em castanheiros adultos, procedeu-se nos dias 23 e 24 de maio às largadas planeadas para o concelho.

A praga da vespa do castanheiro começou a ser combatida através da luta biológica com a largada do parasitoide Torymus Sinensis, que combate a praga que afeta a produção da castanha. O plano municipal de combate à vespa das galhas do castanheiro contemplou a realização de 21 largadas, em todo concelho, com o objetivo de nos próximos anos se tentar controlar esta praga.

Na Rua do Vale Rodeiro realizou-se uma largada aberta ao público e comunicação social, onde os interessados puderam acompanhar o processo das largadas juntamente com os técnicos da DRAPC e técnicos do Município.

A denominada luta biológica está a ser intensificada nesta primavera, concretizada pela Associação Portuguesa da Castanha – RefCast, com sede em Vila Real, em coordenação com a Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAVE), direções regionais de agricultura do Norte, Centro e Madeira e pelos municípios onde estão a ser feitas as largadas integradas no protocolo Biovespas.

Ler Artigo Original

Partilhar

Sobre o autor

Comentários fechados.

Powered by themekiller.com