Fileira do pinho em 2016? O Centro Pinus revela todos os indicadores florestais e industriais

0

O Centro Pinus encontra-se a divulgar a edição digital “A Fileira do Pinho em 2016”, na qual apresenta, em formato sintético, os principais indicadores florestais e industriais da fileira no ano passado. Os indicadores florestais incluem a produção de plantas, a área de pinheiro bravo total e por região PROF e as principais ameaças.

Segundo os dados recolhidos pelo Centro Pinus, a área de pinheiro bravo, em Portugal continental, diminuiu 27% entre 1995 e 2010, para 714.445 hectares. O documento revela ainda que a fileira do pinho representou 80% dos postos de trabalho e 87% das empresas das indústrias florestais, além de ter representado 36% das exportações da floresta.

A caracterização da importância social e económica da componente industrial desta fileira inclui o seu contributo para o emprego, VAB, volume de negócios e exportações.

Os indicadores industriais incluem também o consumo de madeira, uma estimativa de défice desta matéria-prima e o número de consumidores.

Pode consultar o documento aqui.

A associação

O Centro Pinus, criado em 1998, é uma associação sem fins lucrativos que reúne os principais agentes da fileira do pinho, administração pública, financeiro, indústria, sistema científico e produção. A associação tem por objecto promover a sustentabilidade do pinheiro bravo na floresta portuguesa, contribuindo para o fornecimento de matéria-prima adequada às necessidades das indústrias da fileira.

Agricultura e Mar Actual

Centro Pinus Pinheiro 2017-09-15CarlosCaldeiraLer Artigo Original

Partilhar

Sobre o autor

Escrever Comentário

Powered by themekiller.com