Feira Ibérica de Turismo da Guarda tem como tema central o Turismo de Interior

0

A edição deste ano da Feira Ibérica de Turismo (FIT), que abre as portas na quinta-feira, na cidade da Guarda, tem como tema central o Turismo de Interior.

“É uma feira que celebra o Interior como destino turístico para todos”, disse o diretor da FIT, Carlos Condesso, durante uma visita ao recinto expositivo que este ano atingiu o limite da capacidade de área e ocupa 11 mil metros quadrados.

A FIT 2019 tem como destino convidado a província espanhola da Corunha e como tema central o Turismo de Interior.

Durante o certame, que se prolonga até domingo, o Parque Urbano do Rio Diz, na Guarda, recebe mais de 500 entidades do setor turístico de Portugal e de Espanha, entre agências de viagens, regiões de turismo, municípios, hotéis, termas e outros representantes do setor.

“A feira teve este ano um aumento da sua área. Passámos de 10 mil metros quadrados [em 2018], para 11 mil metros quadrados, porque a procura foi superior à do ano passado”, apontou o diretor da FIT, que é organizada desde 2014 pela Câmara Municipal da Guarda.

Segundo Carlos Condesso, a feira “já está no seu limite”, porque o recinto onde se realiza já não suporta mais tendas.

Para destacar o crescimento do espaço expositivo, lembrou que “a primeira edição teve quatro mil metros quadrados [de área coberta]e a edição deste ano tem 11 mil”.

“E isto só é possível porque a feira ofereceu qualidade e profissionalismo. Esta feira oferece qualidade. Mais do que no número de visitantes e na dimensão, a nossa aposta é, a cada ano que passa, na qualidade”, justificou.

O responsável referiu ainda que a FIT “não gera só negócio”, mas também representa “criação de riqueza”, pois “cria uma dinâmica económica não só para a cidade, mas também para toda a Península Ibérica”.

“Promover o setor do turismo ibérico, fomentar o intercâmbio transfronteiriço, estimular o relacionamento comercial e o progresso dos vários setores e segmentos da economia e, consequentemente, o desenvolvimento dos territórios são os principais objetivos do certame”, segundo a autarquia da Guarda.

A fonte acrescenta que a feira “tem vindo a afirmar-se como uma plataforma transfronteiriça no panorama ibérico dos eventos ligados ao Turismo, uma oportunidade singular de divulgação, promoção, captação e desenvolvimento de fluxos turísticos e de valorização dos recursos”.

Além da oferta turística variada, o público da FIT poderá usufruir de um programa diversificado que contempla concertos, ‘showcooking’, provas gastronómicas, demonstrações, entre outras propostas.

A FIT abre as portas ao público pelas 15:00 de quinta-feira, mas é inaugurada pelas 18:00, pelo ministro-Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira.

Os bilhetes de acesso ao recinto estarão à venda no local, sendo que o ingresso diário custa dois euros e o geral (para os quatro dias) cinco euros.

As crianças até aos 12 anos têm entrada gratuita.

Fonte: Sapo.pt

Ler Artigo Original
Fonte: Gazeta Rural

Partilhar

Sobre o autor

Comentários fechados.

Powered by themekiller.com