Corgas tem nova publicação sobre a história e vida da aldeia de Proença-a-Nova

0

O livro “História e Vida – Corgas”, da autoria de Olímpio Guedelha, foi apresentado oficialmente este domingo, 18 de agosto, no edifício da antiga Capela Velha da aldeia, contando com a presença de familiares, amigos e do executivo municipal que se congratulou por mais uma publicação feita sobre as tradições e memórias do concelho.

O autor, dirigente do Clube Corredores Resineiros das Corgas, referiu que na génese deste livro estão as caminhadas anualmente organizadas pela associação, desde 2012, sempre com um tema e percurso diferente. “Todos os temas das caminhadas tiveram desenvolvimentos escritos que serviram de guião explicativo para os participantes.

Esses textos, escritos com a ajuda de alguns amigos ou baseados nas suas informações, foram quase todos adaptados e incluídos no presente livro”.

Olímpio Guedelha adiantou ainda que a recolha de histórias e testemunhos deu origem a um espólio que já justificava o seu registo em livro para as gerações vindouras.

As muitas fotografias que ilustram os diferentes temas abordados são uma das mais valias documentais da obra, até pela dificuldade em encontrar fotos antigas. “Insisti muitas vezes na compreensão de todos para que vasculhassem nos seus baús de antiguidades. Nem que fosse uma foto dos avós, bisavós; tanto melhor se estivessem vestidos com fardas de militares ou com roupas antigas. Até pelo corte de cabelo se veria que são de outras épocas”.

Ainda assim, na sua perspetiva, esta é uma história incompleta, havendo sempre mais por onde investigar e aprofundar, convidando a que outros deem continuidade a essa tarefa.

Tanto o presidente como o
vice-presidente da Câmara Municipal, respetivamente João Lobo e João Manso, congratularam
Olímpio Guedelha pelo livro editado que traduz a dinâmica vivida na aldeia nos
últimos anos, não só através da publicação de livros, como também pela recolha
de informação para diversas exposições que se têm realizado e que enriquecerão
o futuro espaço museológico que irá nascer nesta localidade. “O concelho fica
mais rico com a informação que foi compilada neste livro”, referiu João Lobo.

Recentemente, foi apresentado o
livro “Noivos da Terra” nos Galisteus e está já em fase de pré-produção um
livro sobre as Cimadas, da autoria de Virgílio Moreira. “Como diz o autor na
sua introdução, um povo sem memória é um povo sem história, mas também sem
futuro. Por isso, todas as publicações que revelem cuidado na investigação e
rigor nos factos veiculados são importantes para a manutenção da nossa memória
coletiva, quer seja resultado do esforço individual ou das associações do nosso
concelho”, referiu João Lobo.

Ler Artigo Original
Fonte: Gazeta Rural

Partilhar

Sobre o autor

Comentários fechados.

Powered by themekiller.com