Câmara de Sever do Vouga apoia estudo de caracterização ecológica do rio Vouga

0

Contribuir para a conservação e valorização do património natural do rio Vouga, ao identificar e recuperar a rica fauna e flora ali existente, tornando este local num espaço mais atrativo. Estes são alguns dos objetivos do estudo de caracterização ecológica que o Núcleo Regional de Aveiro da Quercus-Associação Nacional de Conservação da Natureza está a coordenar, com a colaboração da Câmara Municipal de Sever do Vouga, AdRA-Águas da Região de Aveiro e Universidade de Aveiro.

O estudo será realizado na zona demarcada como Sítio de Interesse Comunitário do Rio Vouga, uma área classificada por ser considerada um refúgio da biodiversidade devido à existência de várias espécies com estatuto de proteção internacional, sendo exemplo disso a lontra, salamandra-lusitânica, largarto-de-água, lampreia-marinha, o sável e savelha, sendo ainda um dos poucos locais de ocorrência confirmada de lampreia-de-riacho. Nas margens do rio é ainda possível encontrar uma galeria ripícola com interesse conservacionista e troços de habitat classificados pela Diretiva Habitats.

De acordo com a Quercus, numa primeira fase, será feito um levantamento da informação científica e técnica que irá permitir uma real caracterização da área, com vista a identificar lacunas e oportunidades de intervenção. Após a realização de estudos no terreno, serão propostas medidas de gestão que pretendem revitalizar o rio Vouga, através de ações como a requalificação das suas margens e repovoamento.

Trata-se de um projeto que vai ao encontro das preocupações da Câmara Municipal de Sever do Vouga com a proteção e valorização do património natural do concelho e que se enquadra na política municipal de desenvolvimento do turismo sustentável. “Ao longo dos anos, temos vindo a conjugar esforços para aumentar o conhecimento da fauna e flora do rio Vouga, com vista à sua valorização. Esta união entre as diferentes entidades envolvidas irá permitir que este projeto recolha importantes contributos para a gestão sustentada do rio Vouga, potenciando a sua capacidade para o Turismo”, explica António Coutinho, presidente da autarquia severense.

O projeto, que terá o apoio financeiro da Câmara Municipal de Sever do Vouga e da AdRA, conta com a participação da Universidade de Aveiro, através do IDAD- Instituto do Ambiente e Desenvolvimento, que fará a recolha técnica e científica da informação. Além do apoio financeiro, a autarquia severense irá colocar os seus técnicos ao serviço do projeto, ao transmitir os seus conhecimentos sobre a área, sendo também a instituição que fará o diálogo entre as entidades públicas.

Ler Artigo Original

Partilhar

Sobre o autor

Escrever Comentário

Powered by themekiller.com