Aroeira de Valongo é finalista do concurso “Árvore do Ano 2019”

0

A Aroeira de Valongo é uma das dez árvores finalistas do concurso “Árvore do Ano de 2019”.

Situada na Courela da Igreja, em Valongo (União de Freguesias de Benavila e Valongo), a Aroeira “A Fazedora de Chuva” está classificada como Árvore de Interesse Público desde 1995, destaca-se pela idade (mais de 600 anos) e pelo porte gigante (7 metros de altura e 5 metros de perímetro do tronco), que fazem dela um exemplar único no mundo, já que pertence a uma espécie de porte arbustivo.

A idade, o tamanho e a beleza distinguem esta árvore mas o seu maior valor reside na sua simbologia e na sua ligação às gentes da terra, pois durante muitos anos foi palco do culto “As papas de S. Saturnino”, que acontecia por altura das sementeiras. Movida pela fé ou pela necessidade em tempos de seca, a população dirigia-se à capela e pedia ao padroeiro S. Saturnino para que chovesse, virando a sua imagem de costas para a porta. De seguida, era sob a copa da Aroeira, situada junto ao templo, que se confecionavam papas com os condimentos oferecidos por sete Marias virgens. Comidas as papas era altura de rezar para que a chuva fizesse germinar as sementes. Por vezes começava a chover assim que a população abava de comer as papas. Hoje o culto já caiu em desuso mas permanece na memória das gentes da terra.

O período de votação para escolher a “Árvore do Ano 2019” decorre até dia 20 de novembro às 23h59. A árvore vencedora irá representar Portugal no concurso europeu “Tree of the Year 2019”.

Vote em: https://portugal.treeoftheyear.eu/Vote

Ler Artigo Original

Partilhar

Sobre o autor

Comentários fechados.

Powered by themekiller.com