Aldeias Históricas de Portugal marcam presença em Feira Internacional de Turismo de Interior

0

De 22 a 25 de novembro, as Aldeias Históricas de Portugal promovem “um destino que são 12” na INTUR, a Feira Internacional de Turismo de Interior, em Valladolid. É a primeira participação oficial, depois do anúncio como primeiro destino em rede, em todo o mundo, a merecer a certificação Biosphere Destination.

Cultura e natureza são as temáticas em destaque na 22.ª edição da INTUR, a Feira Internacional de Turismo de Interior, que acontece de 22 a 25 de novembro em Valladolid. Posicionando-se como destino turístico alternativo, com uma oferta única no mundo em termos de cultura, história, património, aventura e envolventes naturais, as Aldeias Históricas de Portugal não podiam deixar de marcar presença neste evento.

Perdidas entre montes e vales da verdejante paisagem do interior da Região Centro de Portugal, repletas de lendas e castelos, sabores e tradições, as Aldeias Históricas de Portugal, um destino que são 12, apaixonam desde amantes de história como aventureiros, que encontram neste território um sem fim de trilhos para caminhadas e percursos de bicicleta e BTT, definidos e estruturados pela Rede de Aldeias Históricas de Portugal – como a Grande Rota 22 (GR), a maior rota de Walking & Cycling em Portugal, um percurso circular com cerca de 600 km, divididos por 12 etapas que iniciam e terminam em cada uma das aldeias.

A pé ou de bicicleta, a GR22 leva os viajantes por caminhos ancestrais, onde em comunhão com a natureza se descobrem os mais fascinantes cantos e recantos destas aldeias medievais. Por este caminho são percorridos, também, os mais belíssimos parques naturais portugueses, que envolvem as Aldeias Históricas Portuguesas – Parque Natural da Serra da Estrela, Parque Natural do Douro Internacional, Parque Natural do Tejo Internacional, Reserva Natural da Serra da Malcata, Paisagem Protegida Regional da Serra da Gardunha e Complexo do Açor.

As Aldeias Históricas de Portugal distinguem-se, assim, como um destino turístico cultural, de descoberta e aventura, e ainda sustentável. De facto, a Rede de Aldeias Históricas de Portugal tem como prioridade a preservação da natureza, do património e das tradições e costumes do seu território. Prova disso, é a certificação BIOSPHERE DESTINATION, que a Rede de Aldeias Históricas de Portugal acaba de receber, por parte da GSTC – Global Sustainable Tourism Council, entidade que, à escala global, estabelece os pressupostos de um turismo sustentável, de acordo com as orientações da UNESCO e da Carta Mundial de Turismo Sustentável. As Aldeias Históricas de Portugal são o primeiro destino em rede – à escala mundial –, e o primeiro destino nacional a receber a certificação BIOSPHERE DESTINATION.

Este ano, a Feira Internacional de Turismo de Interior contará com 300 expositores, que representam diversas empresas, associações e entidades – entre as quais se encontrará o stand próprio das Aldeias Históricas de Portugal. Sendo a INTUR uma feira onde profissionais do setor do turismo e viajantes se encontram, esta é uma oportunidade ideal para as Aldeias Históricas de Portugal apresentarem a panóplia de experiências únicas que 12 encantadores lugares do interior da região Centro de Portugal podem oferecer, em termos de turismo ativo, sustentável e cultural.

A feira promove também momentos de networking para profissionais e oportunidades de negócio, com a INTUR Negócios, onde as Aldeias Históricas de Portugal participam, com vista a promover a Rede Aldeias Históricas de Portugal e toda a oferta turística existente entre os seus associados: alojamento, restauração, empresas de animação turística ou mesmo agências de viagem que apoiam a promoção do seu território.

Considerando a presença de profissionais de mercados tão distintos como asiáticos, americanos e europeus na INTUR, e lembrando os diversos pontos de entrada de viajantes no nosso país, nesta feira a Rede de Aldeias Históricas de Portugal irá demonstrar a sua capacidade em apresentar ofertas adequadas a cada perfil, num esforço por se posicionar como um destino de interior atrativo pelo seu riquíssimo património histórico-cultural e envolvente natural.

Ler Artigo Original

Partilhar

Sobre o autor

Comentários fechados.

Powered by themekiller.com