Zona Verde organiza Curso de Valorização Agrícola de Lamas em Setembro

0

Zona Verde organiza Curso de Valorização Agrícola de Lamas em Setembro

A Zona Verde, empresa de formação e consultoria de Santa Maria da Feira, está a organizar um Curso de Valorização Agrícola de Lamas, que ocorrerá de 16 a 24 de Setembro de 2016. Com uma duração de 30 horas, será leccionado em Santa Maria da Feira às sextas das 15 horas às 22h30 e aos sábados, das 9 às 18 horas.

As inscrições podem ser feitas aqui. O curso tem um preço de 395 euros.

A Academia Zona Verde explica que o Decreto-Lei nº 276/2009, a 2 de Outubro, estabeleceu o regime de utilização de lamas de depuração em solos agrícolas, transpondo para a ordem jurídica interna a Directiva nº 86/278/CEE do Conselho, a 12 de Junho. O referido Decreto-Lei criou a figura do técnico responsável, o qual deve dispor de um perfil profissional adequado, nomeadamente de um certificado de frequência, com aproveitamento, de uma acção de formação em Valorização Agrícola de Lamas, reconhecida pela DGADR – Direcção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural.

Este curso permite:
– Acreditação, pela DGADR, para o desempenho da função de técnico responsável em Valorização Agrícola de Lamas;
– Aumento do leque das saídas profissionais dos participantes, uma vez que todos os operadores da actividade de valorização agrícola de lamas têm, obrigatoriamente, de dispor de um Técnico responsável acreditado por cada 40 000 t em matéria fresca processada, em cada ano civil;

É ainda um curso:
– Homologado pela DGADR;
– Elegível para:
. Medida Estímulo Emprego;
. Cumprimento das 35 horas de formação obrigatória anuais.

O curso destina-se a técnicos com formação superior ou equivalente na área agrícola, florestal ou ambiental que pretendam a acreditação, pela DGADR, como técnico responsável na Valorização Agrícola de Lamas; e a operadores na área da valorização agrícola de lamas; outras situações serão analisadas casuisticamente.

A formação será ministrada por Anita Neves, licenciada em Engenharia do Ambiente (2009), ESAC, com Pós-graduação em Empreendedorismo Ambiental e Mestrado em Gestão Ambiental. Aquela responsável é ainda técnica de Valorização Agrícola de Lamas desde Fevereiro de 2013 (Terra Fértil – Gestão e Valorização de Resíduos) e desempenha a função de técnica de campo (elaboração de planos de gestão de lamas, cartografia, preparação de processos para aprovação pela DRAPN).

Anita Neves desempenhou ainda funções de técnica de controlo e teledetecção, no âmbito das ajudas atribuídas pelo IFAP – Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas, em 2011 e 2012 e é formadora certificada desde Janeiro de 2012.

Agricultura e Mar Actual

Formação Zona Verde 2016-09-05 Ana Cordeiro de SáLer Artigo Original

Partilhar

Sobre o autor

Escrever Comentário

Powered by themekiller.com