Vinícola mais famosa da Austrália lança garrafa de 170 mil euros

0

A mais famosa produtora de vinhos australiana colocou à venda no mercado, uma garrafa de seis litros e um decantador especial.

Todos os amantes de vinho que tenham disponíveis 185 mil dólares (cerca de 168 mil euros) podem interessar-se por um lançamento especial: uma garrafa imperial (de seis litros) daquele que é, possivelmente, o vinho mais famoso da Austrália, que vem acompanhado de um decantador de cristal fundido e cortado à mão.

“Nós, antes, já tínhamos engarrafado algumas imperiais”, disse Peter Gago, enólogo-chefe da Penfolds, “mas foi mais para estar no nosso museu. De vez em quando lançamos alguma para leilão e é um pandemónio. Por isso pensámos: por que não lançar algumas e por que não com um vintage tão bom quanto o 2012?”
Estão a ser lançadas apenas cinco garrafas imperiais do Penfolds Grange 2012 em todo o mundo. Como garrafas desse tamanho são praticamente impossíveis de servir sem perder a compostura, a Penfolds pediu que a fabricante de cristais Saint-Louis, de França, fabricasse um decantador adequado.

A Saint-Louis é a mais antiga fabricante de cristais da Europa: está no ramo desde os anos 1500. “É realmente uma obra de arte”, disse o presidente da Saint-Louis, Jérôme de Lavergnolle, sobre a garrafa com o extenso título de Aevum Imperial Service Ritual. “Temos mais de 1.800 cortes simples em formato de diamante feitos um por um.”

O conjunto, único e caro, foi lançado em Adelaide na noite de terça-feira, na adega da Penfolds, que faz parte do rol de marcas da Treasury Wine Estate.

O Grange é um Syrah que é o principal vinho da Penfolds. Criado nos anos 1950 por Max Schubert, enólogo da Penfolds, o vinho não poderia ter tido uma estreia pior. Os críticos detestaram e um deles chegou a dizer que nenhuma pessoa em sã consciência compraria, muito menos beberia, esse vinho. A Penfolds pediu que Schubert deixasse de produzi-lo.

Contudo, Schubert ignorou seus superiores e continuou produzindo o Grange em sigilo. Como se viu, o vinho envelheceu bastante bem. Alguns anos depois, os primeiros críticos tornaram-se os seus maiores fãs, e a Penfolds pediu que Schubert retomasse a produção. Quando revelou o “stock” escondido, Schubert acabou por se tornar numa lenda da enologia australiana.

O vintage de 2012 é o último a receber pontuações perfeitas dos críticos, sendo que o enólogo-chefe do Grange, Peter Gago, afirma que o vinho pode ser bebido ou até guardado durante pelo menos meio século. A garrafa padrão de 75 centilitros será vendida na Austrália por mais de 900 dólares australianos (cerca de 630 dólares). E se quiser um decantador da Saint-Louis, sem gastar na garrafa imperial, os mais pequenos estarão disponíveis por 2.100 dólares (1.915 euros).

Fonte: Negócios

Ler Artigo Original

Partilhar

Sobre o autor

Escrever Comentário

Powered by themekiller.com