Seca: Ourique pede para ser incluído nos apoios às explorações pecuárias

0

Seca: Ourique pede para ser incluído nos apoios às explorações pecuárias

O presidente da Câmara Municipal de Ourique, Marcelo Guerreiro, escreveu ao ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, a defender a inclusão de Ourique nos territórios contemplados com apoios à reposição do potencial produtivo das explorações pecuárias sujeitas ao fenómeno de seca severa.

O Despacho n.º 12618-B/2016, determina o apoio com vista à reposição do potencial produtivo das explorações pecuárias sujeitas ao fenómeno de seca severa, registada nos meses de Junho a Setembro de 2016, nos municípios de Moura, Barrancos, Aljustrel, Serpa, Castro Verde, Mértola, Almodôvar e Beja.

Na carta enviada, Marcelo Guerreiro defende que “ao longo dos anos o Município de Ourique tem materializado uma estratégia de desenvolvimento assente na valorização do mundo rural e no aproveitamento das suas potencialidades, em especial da excelência das condições para a produção pecuária de animais da raça alentejana. Esse desafio de valorização da economia local associado ao mundo rural começou com o resgate do sector do risco de implosão e com a crescente afirmação da fileira e de Ourique como Capital do Porco Alentejano”.

Ourique Capital do Porco Alentejano

E prossegue: “Ourique Capital do Porco Alentejano é hoje um projecto consolidado por via da mobilização das instituições e da comunidade, com vários momentos de afirmação do sector que tem contado com o apoio político de Vossas Excelências como catalisadores do trabalho realizado pelos produtores e pelo município”.

O presidente da Câmara de Ourique defende ainda que “para a excelência do caminho percorridos e dos resultados alcançados, para a afirmação do sector e da produção nacional, o montado é um pressuposto para a qualidade dos produtos gerados neste território. Como já sublinhámos em diversas ocasiões, num contexto em que as alterações climáticas se fazem sentir no Município de Ourique e em que o Alqueva abriu um conjunto de oportunidades, importa preservar as condições de manutenção do montado como pressuposto de qualidade para a fileira do porco alentejano e para a afirmação de Ourique como Capital do Porco Alentejano”.

Marcelo Guerreiro expressa ao Governo “a nossa estranheza e incompreensão pelo facto do Município de Ourique não constar do elenco de territórios contemplados com apoios à reposição do potencial produtivo das explorações pecuárias sujeitas ao fenómeno de seca severa. A ausência do Município de Ourique no Despacho nº12618-B/2016 é injusta”. Conclui a carta defendendo que se encontre “uma solução que reponha sentido e justiça à exclusão do território do Município de Ourique do elenco de territórios contemplados com apoios à reposição do potencial produtivo das explorações pecuárias sujeitas ao fenómeno de seca severa”.

Agricultura e Mar Actual

Capoulas Santos Ourique Seca 2016-10-21 CarlosCaldeiraFonte Original

Partilhar

Sobre o autor

Escrever Comentário

Powered by themekiller.com