Projeto nacional de prevenção da obesidade infantil arranca em Viseu na próxima semana

0

O projeto nacional de prevenção da obesidade infantil vai arrancar no concelho de Viseu na segunda-feira, com o intuito de fazer passar, ao longo de três meses, várias mensagens chave de promoção de uma alimentação saudável.

“O projeto ‘Minuto Azul’ é um projeto de comunicação em saúde pública, que nasce num concelho onde existe a maior prevalência de obesidade infantil ou excesso de peso em Portugal. Visa mobilizar através da informação e da comunicação as crianças, de forma simples e curta, para depois ‘picarem o miolo’ aos pais para comprarem alimentos mais saudáveis”, explicou a coordenadora do projeto, Isabel de Santiago.

Durante a apresentação do projeto ‘Minuto Azul – Healthy Food on The Radio’, Isabel Santiago sublinhou que esta é uma forma de as crianças funcionarem como embaixadoras, com a ajuda de professores, chegando aos pais na hora de tomarem decisões mais positivas no sentido de uma alimentação saudável.

O projeto arranca na segunda-feira no concelho de Viseu, tendo como público-alvo 3.405 crianças do ensino básico, envolvendo 225 professores de cinco agrupamentos, num total de 124 turmas.

“Teremos um programa de rádio na TSF onde, ao longo de três meses, serão divulgadas 65 mensagens chave sobre alimentação saudável, com vista à prevenção da obesidade”, evidenciou.

As mensagens serão depois compiladas em livro, com cada uma a ser ilustrada por um desenho elaborado pelos alunos, contando ainda com a ajuda de artistas da região.

“O projeto arranca em Viseu, mas já está em negociações um outro num concelho na Madeira e ainda no Porto e na cidade de Lisboa”, informou.

A apresentação do projeto contou com a presença do diretor-geral de Saúde, Francisco George, que aproveitou para destacar aos alunos presentes a importância do exercício físico e do hábito de se beber água.

“Peçam ao presidente da Câmara de Viseu para ter pontos de água potável em todas as escolas. A sede mata-se com água”, sustentou.

Sobre o projeto, considerou que estas são iniciativas que se devem replicar no país, de forma a evitar que Portugal se venha a debater com o problema grave da obesidade, que os Estados Unidos da América estão a sentir.

“Sabemos que há responsabilidades do cidadão, mas também da indústria, do consumo de alimentos que não devem ter excesso de calorias, açúcar, gorduras e sal. A alimentação deve ser saudável e deve haver promoção do exercício físico”, apontou.

Já o presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques, aproveitou a ocasião para solicitar ao Governo que os municípios venham a ter isenção do pagamento de IVA nas refeições escolares.

“Esses seis por cento do IVA podem ser utilizados na melhoria da alimentação. Por um lado, para incrementar uma alimentação saudável em mais municípios e, ao mesmo tempo, enriquecer ainda mais a alimentação dos nossos jovens”, concluiu.

O projeto, designado de “Minuto Azul – Healthy Food on The Radio”, é promovido pelo Instituto de Medicina Preventiva e Saúde Pública da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, em parceria com o Município de Viseu, e conta com o apoio institucional dos Ministérios da Saúde e da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural e da Organização Mundial de Saúde.

Fonte: Sapo.pt

Ler Artigo Original

Partilhar

Sobre o autor

Escrever Comentário

Powered by themekiller.com