Os Verdes propõe existência de pontos de recolha de rolhas de cortiça em Lisboa

0

Os Verdes propõe existência de pontos de recolha de rolhas de cortiça em Lisboa

O Partido Ecologista Os Verdes (PEV) vai recomendar à Câmara Municipal de Lisboa, segunda-feira, 18 de Outubro, que pondere a instalação de pontos de recolha de rolhas de cortiça, designadamente junto a ecopontos, incorporando-os na rede de recolha selectiva.

Os responsáveis pelo PEV na autarquia de Lisboa, vão propor também que Lisboa promova a recolha de rolhas de cortiça junto de estabelecimentos de restauração, hotelaria, postos de higiene urbana e mercados municipais, e estimule iniciativas junto das escolas do município, no sentido da sensibilização e da promoção da cortiça como material ecológico, incentivando a recolha de rolhas para reciclagem e para trabalhos escolares.

Por outro lado, aquele partido vai recomendar que a Câmara divulgue a recolha de rolhas de cortiça através da sua página oficial e das suas publicações. O PEV vai depois “dar conhecimento da presente deliberação aos Grupos Parlamentares na Assembleia da República, à União de Associações do Comércio e Serviços da Região de Lisboa e às associações de defesa do ambiente”.

Produto de origem natural reutilizável

“A cortiça, sendo uma matéria-prima extraída dos sobreiros, é um produto de origem natural reutilizável e reciclável a 100%. Acresce a este facto poder ser obtida sem prejudicar o normal desenvolvimento da espécie e sem danificar a árvore, sendo um produto amigo do ambiente” explica o PEV na proposta a apresentar segunda-feira, 18 de Outubro, na Assembleia Municipal de Lisboa.

Os proponentes adiantam que “tem inúmeras aplicações e usos. Após a sua recolha, as rolhas são direccionadas para uma unidade de reciclagem de cortiça, onde são trituradas para reintegrarem o processo produtivo de outros produtos, como solas de sapatos, revestimentos, produtos de ‘design’, acessórios, entre muitos outros”. Para o PEV, este processo de reciclagem obedece a um conjunto de princípios ecológicos, evitando resíduos e prolongando o ciclo de vida da cortiça.

O partido considera ser “completamente irracional e insensato deitar para o lixo rolhas de cortiça, uma vez que a sua reciclagem representa um grande potencial e vastos benefícios, podendo ser transformadas e reutilizadas em inúmeros produtos”. E afirma que a recolha e reciclagem de rolhas de cortiça “contribuirá decisivamente para a preservação do sobreiro e da floresta autóctone portuguesa, contribuindo para a redução de resíduos e para defender a rolha de cortiça como um produto ecológico”.

A proposta a apresentar refere ainda que já existem alguns pontos de recolha de rolhas de cortiça, nomeadamente nalguns supermercados, mas “cuja visibilidade e adesão é ainda insuficiente, sendo desejável alargar estes pontos de recolha na cidade de Lisboa, situação para a qual o Município poderá dar um valioso contributo”.

Agricultura e Mar Actual

Lisboa PEV 2016-10-15 CarlosCaldeiraFonte Original

Partilhar

Sobre o autor

Escrever Comentário

Powered by themekiller.com