Lourinhã contrata veterinários para matadouros através do protocolo com a DGAV

0

Lourinhã contrata veterinários para matadouros através do protocolo com a DGAV

O Município da Lourinhã contratou dois médicos veterinários para efectuar a inspecção sanitária nos dois matadouros existentes no concelho. Esta decisão decorre do protocolo estabelecido entre a Direcção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) e várias autarquias e visa colmatar a falta de inspectores sanitários a nível nacional, bem como a impossibilidade do Estado Central proceder a novas contratações.

As conversações entre a DGAV e os municípios começaram em Junho e a Câmara da Lourinhã “foi das primeiras a aderir a este projecto. É também a única a contratar mais que um veterinário, garantindo assim o funcionamento dos dois matadouros sem qualquer tipo de constrangimento, ao contrário do que tem sucedido noutras zonas do País”, diz fonte institucional da autarquia.

Assegurar a qualidade higiossanitária

Estas contratações “revestem-se da máxima importância, pois permitem assegurar a qualidade higiossanitária dos produtos alimentares produzidos e o bom funcionamento das empresas do ramo existentes no concelho, responsáveis por cerca de duzentos postos de trabalho directos”, acrescenta a mesma fonte.

A coordenação dos inspectores é efectuada em conjunto pela DGAV e pelo Serviço Veterinário da Câmara.

É de salientar que as medidas tomadas não representam qualquer encargo para o Município, já que as taxas devidas pelos dois operadores à DGAV estão agora alocadas à Câmara da Lourinhã.

Agricultura e Mar Actual

DGAV Lourinhã Matadouros 2016-10-24 CarlosCaldeiraFonte Original

Partilhar

Sobre o autor

Escrever Comentário

Powered by themekiller.com