Governo dos Açores vai defender, em Bruxelas, manutenção da quota do goraz

0

O secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia açoriano participa segunda-feira, 14 de Novembro, em Bruxelas, na reunião do Conselho de Agricultura e Pescas da União Europeia onde vão ser discutidas as possibilidades de pesca de peixes de profundidade, entre os quais o goraz.

A proposta da Comissão Europeia prevê que a quota para esta espécie atribuída aos Açores seja reduzida em 12% em 2017 e 12% em 2018, em relação à quota disponível este ano.

“O Governo dos Açores vai defender a manutenção das 507 toneladas da quota de goraz para a Região”, assegurou Gui Meneses, frisando que “têm sido implementadas no arquipélago várias medidas importantes para garantir a sustentabilidade desta pescaria, entre as quais a introdução de um período de defeso na altura da desova e o aumento do tamanho mínimo de captura desta espécie”.

Goraz dá sinais de recuperação

Gui Menezes salientou ainda que os resultados do cruzeiro científico de análise ao estado da população de espécies demersais nos Açores “indicam que a população de goraz está a dar sinais de recuperação em praticamente todas as áreas que foram amostradas e que cobrem as nove ilhas do arquipélago”.

O titular da pasta das Pescas afirmou que o estudo sobre o impacto socioeconómico das reduções na quota de goraz realizado pelo Governo dos Açores, que tem estado a ser analisado pelos cientistas do Conselho Internacional para a Exploração do Mar (ICES) e por técnicos da Comissão Europeia, “poderá ter algum peso na decisão a ser tomada no Conselho das Pescas”.

O secretário Regional do Mar participa nesta reunião integrado na delegação nacional liderada pela ministra do Mar, Ana Paula Vitorino.

Agricultura e Mar Actual

Açores Goraz União Europeia 2016-11-12Ana Cordeiro de SáFonte do Artigo

Partilhar

Sobre o autor

Escrever Comentário

Powered by themekiller.com