Gaivosa Tinto 2011 distinguido com 95 pontos por Robert Parker

0

O vinho estandarte da Quinta da Gaivosa, um projeto familiar liderado por Domingos Alves de Sousa, acaba de somar mais uma distinção internacional. Desta vez foi Robert Parker, crítico do influente portal Robert Parker/Wine Advocate, a destacar o Quinta da Gaivosa Tinto 2011, um vinho que reflete um dos melhores anos de sempre para a região.

Para o crítico, este vinho tem o potencial de se tornar um “Gaivosa brilhante”. Por um lado, pela “harmonia elegante, complexidade e final persistente” e, por outro, pelo equilíbrio demonstrado, prometendo tornar-se “progressivamente mais impressionante durante a próxima década”.

Para quem não resistir a abrir já uma garrafa, Robert Parker recomenda que se dê algum espaço ao vinho para que possa respirar, de forma a poder “apreciar a sua graça e equilíbrio. Através do contacto com o ar, os aromas da madeira desvanecem-se dando lugar à expressiva fruta. No dia seguinte, o mesmo vinho apareceu como um dos mais refinados do Douro que provei nos últimos tempos.” Seja em que momento for, uma coisa é certa para o crítico: “vai querer sempre terminar a garrafa. Este vinho é a personificação da elegância”.

Desde a primeira colheira, em 1994, o Quinta da Gaivosa Tinto tem reforçado o seu perfil simultaneamente robusto e elegante, afirmando-se como um dos grandes do Douro. Produzido apenas em anos de excecional qualidade, é composto por cerca de 20 castas autóctones do Douro provenientes de vinhas velhas (com mais de 80 anos). Um clássico entre clássicos, ideal para partilhar na quadra festiva que se aproxima.

Ler Artigo Original

Partilhar

Sobre o autor

Escrever Comentário

Powered by themekiller.com