Feira da Castanha e Paladares de Outono divulga produtos de Trancoso

0

A Câmara de Trancoso organiza de sexta-feira a domingo a IV Feira da Castanha e Paladares de Outono com o objetivo de divulgar e de promover os produtos locais, em especial a castanha.

Segundo a autarquia presidida por Amílcar Salvador, o certame a realizar no Pavilhão Multiusos de Trancoso “pretende valorizar a castanha, promovê-la gastronomicamente, potenciando a sua produção e transformação”.

A fonte lembra que aquele município do distrito da Guarda é um dos concelhos do país com “maior produção de castanha”.

“Anualmente saem [de Trancoso]entre duas a duas mil e quinhentas toneladas [de castanha], tendo este número vindo a aumentar devido ao investimento dos produtores locais na formação, plantação de novos soutos e nas tecnologias de produção”, salienta o município em comunicado hoje enviado à agência Lusa.

O concelho de Trancoso integra a região demarcada de produção de castanha com a denominação de origem protegida (DOP) Soutos da Lapa.

Na nota hoje divulgada, a autarquia refere ainda que, durante os três dias da IV Feira da Castanha e Paladares de Outono, a cidade de Trancoso “apresenta-se como uma grande montra de produtos locais e regionais, onde se reúnem as principais empresas ligadas ao setor da castanha, vinhos, licores, queijos, azeite e restantes paladares de outono”.

O programa do evento inclui umas jornadas técnicas, atividades de ‘showcooking’, concursos, exposições, conferências, gastronomia, animação musical e um magusto comunitário.

O certame, com abertura marcada para as 11:00 de sexta-feira, compreende ainda um concurso de doces de castanha e outro que premiará as melhores castanhas das variedades martaínha e longal produzidas no concelho de Trancoso.

Na música, destaque para os espetáculos de Boss AC (sexta-feira, às 22:00) e do grupo Sons do Minho (sábado, às 22:00).

O evento incluirá ainda a realização de um passeio micológico com identificação de espécies (sábado, 09:00) e um ‘workshop’ sobre “Intoxicações e cuidados a ter na recolha de cogumelos silvestres” (domingo, 10:30).

Fonte: Sapo.pt

Ler Artigo Original

Partilhar

Sobre o autor

Escrever Comentário

Powered by themekiller.com