Espanha abastece Entre Douro e Minho e Beira Litoral com carne de vaca mais barata

0

As regiões de Entre o Douro e Minho e da Beira Litoral têm estado a ser abastecidas com carne de vaca espanhola, a preços mais baixos que os praticados em Portugal.

As cotações médias nacionais dos novilhos e novilhas de 12-18 meses cruzado de Charolês voltaram a apresentar um pequeno acréscimo em relação à semana anterior, +1 cêntimo/Kg, o que se ficou a dever às regiões da Beira Litoral e do Ribatejo e Oeste, diz a análise do SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas, referente à semana de 24 a 30 de Outubro.

No Entre Douro e Minho a oferta e a procura de bovinos foram médias e equilibradas. “Mantêm-se as trocas com o mercado externo, nomeadamente com Espanha, registando-se principalmente a entrada de carne a preços inferiores e a saída de vacas. Estabilidade de cotações nas duas áreas de mercado, Entre Douro e Minho e Ribadouro”, adianta a mesma análise.

Já na Beira Litoral a oferta e a procura de bovinos foram muito fracas. A oferta de novilhos/as continua escassa e “revela-se insuficiente, muito embora o mercado seja abastecido em parte por carne oriunda do mercado externo, principalmente de Espanha, cujo preço é inferior ao nacional”, refere o SIMA.

Turinas vendidas para Espanha

No entanto, aquele organismo diz que as vacas continuam “a registar bom escoamento para o país vizinho, nomeadamente as Turinas na área de mercado de Viseu”. Subida dos novilhos/as cruzado de Charolês nas 3 áreas de mercado (+5 a +10 cêntimos/Kg), dos vitelos recém nascidos de raça Turina em Aveiro (+5 EUR/Unidade) e das vacas de abate de raça Turina em Viseu (+10 EUR/Unidade).

No Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo, a oferta de bovinos foi fraca e a procura relativamente fraca, tendo esta última aumentado nas duas últimas semanas. Subida das cotações máx. (+5 cêntimos/Kg) e descida das cot. +freq. (-5 cêntimos/Kg) dos novilhos/as de 12-18 meses cruzado de Charolês; redução da cot. mín. dos vitelos recém nascidos de raça Turina (-25 EUR/Unidade).

No Alentejo a oferta e a procura de bovinos foram médias em todas as áreas de mercado, Évora, Beja, Alentejo Norte, Alentejo Litoral, Elvas e Estremoz. Descida dos vitelos/as de 6-8 meses cruzado de Charolês em Beja.
A tendência da Bolsa do Bovino foi de subida de 2,5 cêntimos nos novilhos e novilhas e manutenção nas restantes categorias.

cotacoes-bovinos-30-out

Agricultura e Mar Actual

2016-10-31 Ana Cordeiro de SáFonte do Artigo

Partilhar

Sobre o autor

Escrever Comentário

Powered by themekiller.com