Endògenos com jantar dedicado aos Bivalves da Ria Formosa

0

O Projecto Endògenos prossegue a sua caminhada em prol dos produtos autóctones nacionais e elege para o próximo jantar temático os Bivalves da Ria Formosa, num evento a ter lugar em Lisboa, no dia 24 de Novembro, no restaurante Faz Gostos.

A carta desenhada para o Jantar Bivalves da Ria Formosa, a cargo da chefe residente Faz Gostos, Elisabete Pires, inicia-se com um Welcome Drink composto por Rissois de Berbigão e vinhos Sôttal 2015 e Casabel Rosé 2015.

Nas Entradas, Ostras ao Vapor, a par com vinho Qta de São Francisco Branco 2014 e Canja de Amêijoa com vinho Casabel Branco 2015.

Prato de peixe a cargo de Filetes de Peixe Galo com arroz carolino de Lingueirão, acompanhados com vinho Qta das Cerejeiras Branco Reserva 2015, sendo que o Prato de Carne passa por Lombinho de Porco com Conquilhas, harmonizado com vinho Qta de São Francisco Tinto 2014

A Sobremesa elege uma Torta Bivalve de Laranja, a provar com vinho Quinta de São Francisco Licoroso Doce.

Esta iniciativa Endògenos, que carece de reserva prévia através do email endogenos@nunonobre.com, tem um custo de 35 euros/ pax, tudo incluído.

Com a Companhia Pescarias do Algarve

O evento conta com a colaboração da Companhia Pescarias do Algarve, responsável pelos bivalves e a funcionar desde 1835, e da Companhia Agrícola do Sanguinhal que assume a harmonização vínica exclusiva.

O restaurante Faz Gostos fica na Rua Nova da Trindade, nº 11 K, 1200-301 Lisboa.

Depois do sucesso da edição de Penela, que em Setembro valorizou os produtos e sabores autóctones da região, através de um jantar esgotado no restaurante Dom Sesnando com um menu erguido pelos Chef António Alexandre e Chef Minda, residente no restaurante em causa, o Endògenos aponta à frescura dos bivalves algarvios, naquela que já é a 13ª edição de jantares temáticos.

O projecto Endògenos esteve pela 3ª vez consecutiva no Wine in Azores e, este ano, 2016, deu realce ao pescado e a outros produtos endógenos açoreanos, interpretações autoria de António Alexandre, Chefe Endògenos e Lisboa Marriott Hotel, e Francisco Pires, Chefe embaixador dos produtores Joaquim Arnaud e Quinta dos Plátanos.

Para 2017 já estão agendadas outras edições Endògenos, começando-se pelo Ouriço-do-Mar no restaurante Sul na Ericeira, além de outros dedicados à Pêra Rocha do Oeste, urtiga e vinhos, na Quinta do Gradil, o Toiro ribatejano na Taberna Ó Balcão em Santarém entre outras iniciativas a anunciar brevemente na agenda Endògenos para 2017.

Jantares temáticos desde 2013

Lançado em finais de 2013, o Endògenos teve a sua 1ª edição com a valorização do Medronheiro pelo Chef Luis Miguel Rodrigues do restaurante Bastardo. Em Janeiro de 2014, a 2ª edição foi toda ela dedicada ao Ouriço-do-mar por Chef António Alexandre, no restaurante 100 Vícios, seguindo-se no dia 13 de Março, no restaurante Aviz, um jantar temático dedicado ao Capão, num menu degustação autoria do Chef Cláudio Pontes. A 5 de Abril, esteve em Peniche, no Hotel Pinhalmar, com um menu dedicado às Algas, sob a responsabilidade do Chef Bruno Gaspar, da Escola Hotelaria de Colares.

Carapau Seco foi o mote da edição seguinte, a 3 de Maio, na Nazaré, com pratos criados pela Chef Ana Pereira, da Taverna Do 8 ó 80. O Chefe Cordeiro, a 28 de Maio, “mandou todos à Fava” no seu restaurante de Lisboa. A 17 de Julho, o restaurante Flores do Bairro acolheu o menu do Chef Vasco Lello dedicado à Sardinha. Em Odivelas, coube a Vitor Claro valorizar a Marmelada Branca de Odivelas a 9 de Outubro.

A 10 de Fevereiro de 2015, o Carolo de Milho foi rei no restaurante Adega Machado, com o Chef Alexis Gregório, seguindo-se em Março, a valorização do Berbigão por parte do Chef Ivan Fernandes, no Restaurante Clube dos Jornalistas, em Lisboa. Já em Fevereiro deste ano, a ostra brilhou no restaurante LeMoustache Smokery pelas mãos do Chef Daniel Cardoso.A 13ª edição ocorreu em Penela, no restaurante D. Sesnando com pratos concebidos pelos chefes António Alexandre e Minda que valorizaram os produtos locais.

Mas o Endògenos não vive só de jantares temáticos. Foi responsável pela promoção dos “Sabores da Tapada”, festival de carne de caça da Tapada de Mafra, criou e produz o Festival internacional do Ouriço-do-mar, na Ericeira, e esteve presente em vários showcookings para valorização de autóctones e suas origens, no Festival do Marisco de Ribamar em Mafra, Feira Nacional dos Frutos Secos em Torres Novas, Mostra de Doces Conventuais em Santarém, entre outros. O projecto é ainda presença assídua no Wine in Azores, a maior feira empresarial dos Açores, com a sua tasca nativa de autor, para valorização de produtos autóctones daquele arquipélago.

O projecto Endògenos cabe à dupla Nuno Nobre, empresário e consultor na Nuno Nobre Consultoria, e António Alexandre, chefe executivo do Lisboa Marriott Hotel.

Agricultura e Mar Actual

Companhia Pescarias do Algarve Endògenos Faz Gostos 2016-11-10 CarlosCaldeiraFonte do Artigo

Partilhar

Sobre o autor

Escrever Comentário

Powered by themekiller.com