DGAV faz curso de inspecção de equipamentos de aplicação de produtos fitofarmacêuticos

0

DGAV faz curso de inspecção de equipamentos de aplicação de produtos fitofarmacêuticos

A Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) vai levar a efeito o curso de “Inspecção de Equipamentos de Aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos”. O curso terá lugar em Viseu, de 17 a 20 de Outubro.

As inscrições deverão ser remetidas em Fichas de Inscrição DGAV (aqui) acompanhadas do certificado do curso de DCAPF ou Curso APF e do Curriculum vitae para os seguintes emails: formacao.especializada@dgav.pt; linamarques@dgav.pt; jfmoreira@dgav.pt e jmarques@dgav.pt o mais tardar até ao dia 30 de Setembro de 2016.

O Plano de Formação Especializada da DGAV para o segundo semestre de 2016 prevê a realização do curso de “Inspecção de Equipamentos de Aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos”, em colaboração com a DRAP Centro que terá lugar em Viseu, entre os dias 17 e 20 de Outubro, o curso será realizado em conjunto com a AAMS Ibérica, Ambi3Q, Tomix e a Confagri.

Esta acção, cuja a inscrição tem um custo de 280 euros de acordo com a legislação vigente, visa capacitar os participantes de conhecimentos e competências para inspeccionar equipamentos de aplicação de produtos fitofarmacêuticos e/ou coordenar Centros de inspecção obrigatória de equipamentos de aplicação de produtos fitofarmacêuticos (Centros IPP), de acordo com o Decreto-Lei nº 86/2010.

A presente acção de formação destina-se a formar inspectores para:

  • Centros IPP em constituição – técnicos licenciados na Área Agrícola ou Florestal com Curso de distribuição, comercialização e aplicação de produtos fitofarmacêuticos (Curso DCAPF). O inspector licenciado após participação e aproveitamento neste curso fica habilitado para inspeccionar e coordenar os restantes inspectores, eventualmente existentes no Centro IPP;
  • Centros IPP em funcionamento – técnicos com formação mínima, de curso técnico-profissional Nível 3 na Área Agrícola ou Florestal que detenham Curso DCAPF ou Curso de Aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos (Curso APF).

Face ao limite de 16 participantes por acção, os critérios de selecção são os seguintes:
1º – técnicos com formação especifica (Curso DCAPF ou Curso APF);
2º – técnicos envolvidos em processos de constituição de Centros IPP;
3º – técnicos que irão exercer inspecções nos Centros IPP reconhecidos pela DGAV;
4º – análise casuística do curriculum vitae resumido.

Agricultura e Mar Actual

2016-09-26 Ana Cordeiro de SáLer Artigo Original

Partilhar

Sobre o autor

Escrever Comentário

Powered by themekiller.com