Cerveja Maldita, nascida na Universidade de Aveiro, é das melhores do Mundo

0

Cerveja Maldita, nascida na Universidade de Aveiro, é das melhores do Mundo

Maldita Wheatwine é o nome da cerveja nascida na incubadora de empresas da Universidade de Aveiro (UA). E acaba de ser aclamada pelo World Beer Awards.

Dizem os especialistas que é uma cerveja com aromas frutados e intensos e que tem um amargor com uma voluptuosidade que lhe suaviza a doçura. Dá pelo nome de Maldita Wheatwine e acaba de ganhar o título de melhor cerveja do mundo do seu estilo no World Beer Awards. O mérito deve-se a Artur e Gonçalo Faustino, pai e filho, precisamente os fundadores da Faustino Microcervejeira, uma empresa de produção de cerveja artesanal nascida e apoiada pela Incubadora de Empresas da Universidade de Aveiro (IEUA).

O prémio, o maior recebido até hoje por uma microcervejeira portuguesa, foi atribuído pelo World Beer Awards, o evento que anualmente indica ao mercado e aos consumidores quais são as melhores cervejas do mundo.

“Cada vez mais se fala sobre cerveja artesanal, apareceram muitas marcas, muitos cervejeiros, mas mais importante de tudo, apareceram muitas pessoas a gostar de cerveja de uma forma diferente. São essas pessoas que acreditam e que consomem apaixonadamente estas cervejas que fazem as coisas acontecer”, congratula-se Gonçalo Faustino, engenheiro químico formado pela UA.

“Estamos contentes por poder acrescentar mais um sabor a esta bela cidade de Aveiro. A cerveja artesanal Maldita acabou de ver reconhecido todo o trabalho que tem vindo a desenvolver desde o seu início com a atribuição do prémio de World’s Best Pale Barley Wine 2016”, aponta.

Neste concurso, e para além do prémio referido, a Maldita, com as edições especiais Maldita Concept American Barleywine e Maldita Concept Russian Imperial Stout, conquistou duas medalhas de ouro.

Várias marcas

A Faustino Microcervejeira é uma empresa de produção e comercialização de Cerveja Artesanal. Tem como produtos várias cervejas sob várias marcas.

Para quem não está familiarizado com o conceito de cerveja artesanal, trata-se na verdade simplesmente na produção de cerveja. Actualmente por razões económicas existem as chamadas grandes cervejeiras que usam grãos que usualmente não se encontram na cerveja de forma a produzirem em larga escala e a preços reduzidos o que levou a uma necessidade na distinção de ambos os produtos. No mundo cervejeiro toda a cerveja de qualidade é definida por cerveja artesanal, pois ainda é feita por princípios artesanais, e a cerveja em massa é chamada de refrigerante.

Na Faustino Microcervejeira só são usados ingredientes de cerveja, não acrescentando nenhum aditivo ou intensificador de sabor, a cerveja não é filtrada nem esterilizada, o gás da cerveja provém da fermentação na garrafa, não havendo qualquer injecção de CO2 para promover espuma ou gás e “como só usamos ingredientes de cerveja nomeadamente, cevada, lúpulos, leveduras e água, conseguimos obter um produto final que se distingue dos refrigerantes pelo sabor, pelos aromas, pelo gás e até pela espuma”, refere fonte institucional da empresa.

Agricultura e Mar Actual

Cerveja Cerveja Maldita Prémios 2016-09-28 CarlosCaldeiraLer Artigo Original

Partilhar

Sobre o autor

Escrever Comentário

Powered by themekiller.com