CEO da Sodastream vai continuar a lutar contra “vergonhosa” utilização de garrafas de plástico

0

A SodaStream International, marca de água gaseificada número 1 do mundo, responde reactivamente no seguimento de uma carta recebida por parte de Joseph K. Doss, o presidente e conselheiro geral da Associação internacional de Água Engarrada (IBWA) e um há muito conhecido membro de Washington D.C. Na carta é exigido que a Sodastream pare de transmitir a sua disruptiva campanha “Shame or Glory”, na qual a marca defende a utilização de água da torneira para produção de água gaseificada em casa ao invés da utilização de água engarrafadas. Vídeo disponível aqui.

“O impacto da indústria de garrafas de plástico para o nosso ambiente é bem conhecido”, diz um comunicado da empresa. Só nos Estados Unidos, a taxa de reciclagem de garrafas de plástico é apenas de 37%, o que significa que o desperdício de 52 mil milhões de garrafas de plástico, por ano, acabam por ir parar aos oceanos, campos e terrenos, a e parques.

Efeito na vida marinha

O efeito na vida marinha é particularmente preocupante, adianta a mesma nota. Desde 1988 que os conservadores dos oceanos alertam para o apelidado de “Great Pacific Garbage Patch”, uma ilha flutuante do tamanho do Texas compreendida por desperdícios plásticos. De acordo com um relatório do Greenpeace intitulado de “Plastic Debris in the World’s Oceans”, mais de 267 diferentes espécies de aves marinhas, tartarugas, focas, leões marinhos, baleias e peixes foram vítimas da ingestão de plástico ou emaranhamento.

Na carta para a Sodastream, a Associação Internacional de Água Engarrafada – IBWA, refere que a água engarrafada é mais segura que a água da torneira. Na verdade, a água canalizada dos Estados Unidos é considerada uma das mais limpas e seguras de todo o mundo, como acontece igualmente em Portugal e na generalidade dos países europeus e desenvolvidos.

Graças ao Safe Drinking Water Act de 1974 e subsequentes emendas, assim como ao trabalho contínuo do Gabinete de Águas da Agência de Protecção Ambiental (EPA), quase todos os americanos têm acesso a água fresca e potável directamente das suas torneiras. “Os argumentos da Associação Internacional de Água Engarrafada – IBWA parecem pretender reduzir a confiança dos consumidores norte-americanos nas suas próprias associações reguladoras, no trabalho da EPA e nos esforços do Gabinete de Águas. Despoletar este medo sem fundamento tem como objectivo aumentar os lucros corporativos e é cruel e enganoso para os consumidores”, realça o mesmo comunicado.

“Não vamos deixar que as ameaças desta associação nos parem de tentar contribuir para salvar o nosso planeta”, refere Daniel Birnbaum, Chief Executive Officer da Sodastream. “Esta associação, uma frente para grandes produtores de plástico como a Nestlé – o maior produtor de água engarrafada do mundo, não é mais do que um grupo de elite de patrocinadores corporativos que dão prioridade aos seus próprios lucros em prol do cuidado do nosso planeta. Não sei o que é mais ofensivo: ter a noção que uma grande organização corporativa pense que pode silenciar uma pequena empresa ou perceber que a mensagem que eles querem silenciar é a que as garrafas de plástico representam um perigo real para o ambiente. Este grupo lucrativo, cujos ganhos financeiros são resultado directo de mais de 200 milhões de garrafas que a sua indústria produz todos os dias, quer silenciar-nos de dizer a verdade”, diz aquele responsável.

Daniel Birnbaum acrescenta ser “ainda mais perturbador que esta associação queira convencer os consumidores de que há algo de errado com a água canalizada que está disponível na maior parte dos lares na América e noutros países, como os da Europa. A real e documentada ameaça para o meio ambiente é a utilização garrafas de plástico de uso único. Se alguém está a tentar enganar os consumidores é a Associação Internacional de Água Engarrafada e não a Sodastream na sua campanha. Por isso, não. Em nome de um planeta que é a nossa casa e que não tem voz própria, não seremos amordaçados e não seremos silenciados”.

Campanha integrada nos media

A campanha “Shame or Glory” inclui um vídeo de 3 minutos e uma campanha integrada no social media. A história do vídeo desta campanha – que já foi visto mais de 20 milhões de vezes desde o seu lançamento há uma semana – retrata um episódio fictício de um assistente de produção que vai comprar água gaseificada num supermercado para abastecer um estúdio de filmagens. Este é perseguido pela actriz Hannah Waddingham, caracterizada da personagem Septa Unella da série Guerra dos Tronos, que abana o sino da vergonha e grita “Shame” ao assistente.

Quando o assistente chega ao estúdio de filmagens, Thor Bjornsson, também actor da Guerra dos Tronos, explica-lhe os benefícios de utilizar a máquina Sodastream e água da torneira, em vez do vergonhoso hábito de usar e deitar para o lixo garrafas de plástico. O cilindro carbónico recarregável da Sodastream permite fazer mais de 60 litros de água engarrafada, substituindo a utilização única de uma média de 120 garrafas de plástico.

Agricultura e Mar Actual

Água Sodastream 2016-11-24 CarlosCaldeiraFonte do Artigo

Partilhar

Sobre o autor

Escrever Comentário

Powered by themekiller.com