Capoulas Santos: exportações avícolas cresceram 10 vezes entre 2005 e 2015

0

O ministro da Agricultura afirmou ontem, 23 de Novembro, que as exportações avícolas cresceram dez vezes em valor entre 2005 e 2015, ascendendo a 38 milhões de euros no ano passado, e destacou que Portugal é o décimo maior produtor europeu.

Luís Capoulas Santos, que intervinha no evento comemorativo dos 30 anos do Grupo Lusiaves, em Leiria, assinalou que este é um setor “cada vez mais orientado para o mercado”, assinalando o “esforço” do Governo para abrir novos destinos de exportação aos produtores nacionais.

O ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Florestas lembrou que esta actividade económica enfrenta a concorrência direta de grandes potências produtoras como os Estados Unidos, o Brasil ou a Tailândia, sublinhando que deve “merecer a maior atenção no quadro das políticas aduaneiras e comerciais europeias, nomeadamente no âmbito de acordos comerciais.

Portugal, o maior consumidor de aves

Segundo o governante, Portugal é o maior consumidor europeu ‘per capita’ de carnes de aves (37,5 quilos face a uma média comunitária de 22,5 quilos anuais por habitante) e apresenta um grau de auto-suficiência de 88% nas aves, valor que sobe para 103% no caso do frango.

A indústria nacional exporta, por ano, cerca de 94 milhões de ovos incubáveis, 55 milhões de aves e 38 mil toneladas de carne de aves e miudezas, sendo responsável por quase 10% do Produto Agrícola Bruto nacional.

As mais de 2.500 empresas de produção de aves, estabelecimentos de incubação e centros de abate empregam mais de 20 mil pessoas, facturam cerca de 900 milhões de euros por ano e produzem 340 mil toneladas de carne, indicou ainda o ministro que atribuiu à Lusiaves uma medalha de mérito.

Ver também:

Grupo Lusiaves investe 200 milhões de euros nos próximos 5 anos

Agricultura e Mar Actual

Capoulas Santos Lusiaves 2016-11-24 CarlosCaldeiraFonte do Artigo

Partilhar

Sobre o autor

Escrever Comentário

Powered by themekiller.com