Campanha de comercialização da cortiça termina no Ribatejo e Setúbal

0

Foto: Apcor Campanha de comercialização da cortiça termina no Ribatejo e Setúbal

A campanha de comercialização de cortiça na área de mercado do Ribatejo e Península de Setúbal, chegou ao fim.

Segundo a análise do SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas, referente à semana de 22 a 28 de Agosto, prosseguiu a campanha de comercialização de cortiça nas áreas de mercado Alentejo, e Trás-os-Montes. Manutenção das cotações.

As cotações da cortiça amadia na pilha variaram entre um mínimo de 20,00€/15kg e um máximo de 40,00€/15kg, conforme a qualidade do produto, e a cotação média nacional é 27,87€/15kg.

A cotação mais frequente da cortiça amadia na árvore mantinha-se em 24€/15kg, na a.m. Alentejo.

Comércio internacional

Portugal é exportador líquido de cortiça transformada. Contudo, tem que importar cortiça natural porque a produção interna desta matéria prima não satisfaz as necessidades da indústria transformadora. Nos primeiros 6 meses de 2016, o superavit comercial português em cortiça e produtos de cortiça cresceu 5%, relativamente ao período homólogo de 2015, e a balança comercial continuou altamente excedentária (saldo de +425 milhões de euros). Neste período, por cada 1,00€ importado o país exportou 2,38€, de cortiça e produtos de cortiça.

cotações cortiça 28 agosto

Agricultura e Mar Actual

2016-08-30 CarlosCaldeiraLer Artigo Original

Partilhar

Sobre o autor

Escrever Comentário

Powered by themekiller.com