Adega de Vidigueira, Cuba e Alvito começa vindima prometedora

0

O agosto ainda nos banha com raios de sol bem quente, ainda muitos estão de férias, mas os bagos de uva já estão prontos para o início da vindima. E assim todo o trabalho e labuta do campo começam hoje, animando toda a região de Vidigueira, Cuba e Alvito.

Homens e mulheres estão desde esta manhã nos campos recolhendo o produto de um ano de trabalho, produto esse que dará origem a extraordinários vinhos como os que ultimamente têm sido produzidos nesta adega.

Confiante em que este ano seja um ano memorável, o enólogo da ACVCA Luís Leão, afirma «as condições em que se encontram as uvas que nos são entregues pelos nossos associados, indiciam que poderemos continuar a produzir excelentes vinhos, como no passado».

«Com quase 70 prémios conquistados em 2016 a Adega de Vidigueira Cuba e Alvito, guindou-se a um elevado nível de notoriedade, pelo que este ano a fasquia está mais alta que nunca», diz José Miguel de Almeida, presidente desta cooperativa, que remata: «Estamos certos que o esforço dos cooperadores, a que se seguirá agora todo o trabalho dentro das nossas instalações, dará origem a vinhos que continuarão a nossa tradição».

A ACVCA recebeu no ano passado cerca de 8 milhões de quilos de uva, que processou e que deram origem a mais de 6 milhões de garrafas de vinho. Para este ano esperam-se números semelhantes, uma vez que uma ligeira quebra de produção foi compensada com um aumento de área de exploração por parte dos associados.

Ler Artigo Original

Partilhar

Sobre o autor

Escrever Comentário

Powered by themekiller.com